Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /var/www/html/nasadvoc.blog-dominiotemporario.com.br/web/wp-content/plugins/jetpack/_inc/lib/class.media-summary.php on line 77

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /var/www/html/nasadvoc.blog-dominiotemporario.com.br/web/wp-content/plugins/jetpack/_inc/lib/class.media-summary.php on line 87
Eu resolvi me aceitar - Nycolle Soares

Eu resolvi me aceitar

Parece ate loucura pensar em decidir sobre se aceitar. Isso deveria ser algo automático, so que não é.
E digo mais, é difícil. É complicado não sucumbir a todas as instruções que o mundo te dá sobre como você deveria ser.
É trabalhoso se desvencilhar de todos os planos que fazem pra você sem te perguntarem nem ao mesmo qual seria o seu destino final.
E hoje pensando em tudo isso e principalmente sobre como nos crucificamos e torturamos tentando caber dentro de um padrão eu disse a mim mesma que me aceitaria.
Mas não aquela balela de “sou assim e está ótimo”. É justamente o contrário, sei que não está otimo e é isso que faz estar tudo bem.
Por que ninguém no mundo estará ótimo, já que esse padrão é relativo. O meu ótimo pode ser o péssimo do outro e o contrário também.
E fui escrevendo em minha mente:
Vou me aceitar com todas as imperfeições sem deixar que elas tirem de mim a beleza de viver.
Vou aceitar que preciso melhorar sim, mas em um processo que não me torne infeliz.
Vou aceitar que muitas vezes é tudo pesado demais e que posso me cansar e até chorar, muito ou pouco, sem me condenar por isso.
Vou aceitar que não vale a pena sofrer demais por nada, já que o amanhã sempre vem e sofrer não resolve coisa alguma.
E vou aceitar que viver vai muito além do que se pode enxergar, o que se pode ver não pode nos definir. É exatamente o que não vemos que mostra quem nós somos.
E assim eu me libertei de uma das maiores prisões em que eu já havia entrado. Me libertei de mim mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: